domingo, 22 de maio de 2011

Sandwich Angry Birds

Mais uma para os fanáticos pelos Angry Birds! Muito legal.

Published with Blogger-droid v1.6.8

domingo, 15 de maio de 2011

Os 10 tipos de alimentos mais prejudiciais à saúde

O que não mata engorda! Não é bem assim…

1- Refeições prontas congeladas


Você chega em casa morrendo de fome e está cansado demais para cozinhar algo. Então, olha para o microondas, lembra-se da lasanha congelada que tem no freezer e bendiz essa tecnologia linda que facilita a sua vida. Mas é bom não se empolgar tanto. Esse tipo de alimento semi-pronto é rico em gordura saturada, que faz subir os níveis do colesterol ruim e aumenta o risco de desenvolver doenças cardiovasculares.  “Tais refeições também são ricas em sódio que, em excesso, pode ocasionar aumento da pressão arterial”, afirma a nutricionista Thais Souza. Resolveu trocar pela pizza? Não adianta. O risco é, basicamente, o mesmo.

2- Embutidos (salsicha, linguiça, mortadela, presunto, salame)


Ok, você não é adepto dos congelados, mas adora um lanchinho de mortadela. Ou um cachorro-quente. Sentimos informar, mas você não está em uma situação melhor, não.   “Esses alimentos à base de carne, conhecidos como embutidos, foram inventados para facilitar as preparações e aumentar o prazo de validade do alimento. O problema é que eles possuem maior teor de gordura saturada em relação à carne natural”, explica Thais Souza. Esse tipo de gordura, encontrado principalmente em produtos de origem animal,  traz riscos à saúde quando ingerido em excesso, pois estimula o aumento dos níveis de colesterol e o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Os embutidos também contêm excesso de sódio  – o que pode provocar pressão alta – e corantes – que podem causar alergias e problemas no estômago. Por fim, ainda há ali muitos conservantes, como o nitrito e o nitrato. No nosso organismo, eles são convertidos em substâncias potencialmente cancerígenas.

3- Caldos e temperos industrializados


Decidiu cozinhar? Bom para você. Mas vai aqui outra dica: faça seu próprio tempero e esqueça os industrializados. Eles possuem altos teores de sódio e glutamato monossódico. O sódio, se consumido além dos limites diários recomendados, pode levar ao desenvolvimento da hipertensão ou piorar o problema se ele já existe. O problema do glutamato é ainda pior: estudos têm mostrado que o nosso organismo o utiliza como um transmissor de impulsos nervosos no cérebro e seu consumo tem sido associado com dificuldades de aprendizado, Mal de Alzheimer, Parkinson e câncer.

4- Biscoito recheado


Essas pequenas tentações com recheio de chocolate, morango ou o que for são inseparáveis de tardes ociosas na frente da televisão assistindo a algum filme sobre uma galera do barulho aprontando altas confusões. “Carregadas com açúcares, essas pequenas guloseimas possuem densidade energética assustadora”, diz o nutricionista Rafael Moreira Claro, Pesquisador do Departamento de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública da USP. Além do excesso de açúcar, os biscoitos recheados ainda contêm muita gordura saturada, o que favorece o aumento do LDL (o “colesterol ruim”) e a diminuição do HDL, considerado o “colesterol bom”. O desequilíbrio nas taxas de colesterol é fator de risco para o surgimento de doenças cardiovasculares graves. E, para completar, os aditivos usados para dar cor a essas bolachas também são prejudiciais à saúde e estão associados à hiperatividade e déficit de atenção.

5- Salgadinhos


É isso mesmo. Outra delícia perigosa que adoramos consumir em momentos de ócio. Os salgadinhos também são fontes de glutamato monossódico, aquele  sal sódico que cria um sabor mais encorpado ao produto. Mas você já viu lá no item 3 do que esse composto é capaz.

6- Refrigerante


“Além de possuir muitas substâncias artificiais em sua composição, o refrigerante contém valor nutricional quase nulo”, afirma Thais. As variações cola, em especial, têm uma grande quantidade de fosfatos, que em excesso provocam a liberação do cálcio e o consequente enfraquecimento dos ossos, facilitando a incidência de doenças como a osteoporose. “Além de ser rica em açúcar, a bebida tem a capacidade de enganar os sistemas orgânicos relacionados ao controle das calorias ingeridas, apresentando íntima relação com o ganho excessivo de peso e a obesidade”, acrescenta Rafael Claro.

E, a menos que você seja diabético, não adianta tentar os diet – eles são ainda piores! “Refrigerantes contêm muitas substâncias químicas, mas pelo menos são feitos com açúcar, que é algo que o corpo reconhece e pode digerir. Já os refrigerantes diet, além de todas essas substâncias, ainda contêm aspartame como adoçante. Sua metabolização gera metanol, substância tóxica para os neurônios que, em excesso, provoca degeneração neural e está relacionada a doenças como mal de Alzheimer”, explica Flavia Morais.

7- Frituras


Mesmo que você use óleo vegetal de boa qualidade para fritar suas batatas ou bife, comer alimentos fritos faz mal. A fritura faz com que ocorram alterações químicas no óleo utilizado, deixando de ser uma fonte de gordura insaturada (no caso dos óleos vegetais), fundamental para nossa saúde, e dando lugar à gordura saturada, que em excesso pode causar diversas doenças. Esse processo pode também promover a formação da gordura trans, que está diretamente relacionada ao aumento de doenças cardiovasculares e à piora do quadro de saúde de uma maneira geral. Além disso, o calor extremo estraga a estrutura química da molécula de gordura, produzindo uma substância potencialmente cancerígena chamada acroleína.

8- Churrasco


Ok, fritar é ruim. Mas tome cuidado quando decidir fazer um churrasco também. Nesse caso, o problema está no processo de preparação, e não com o alimento: segundo a nutricionista Thais, a fumaça do carvão libera alcatrão e hidrocarbonetos policíclicos aromáticos, substâncias com alto potencial cancerígeno.

9- Margarina


De novo, o colesterol. A maior parte das margarinas é feita com óleos vegetais líquidos hidrogenados – que são gordura trans. Essas gorduras não são reconhecidas pelo organismo, que não o metaboliza. Isso provoca acumulação de gordura na região abdominal e promove o aumento dos níveis de colesterol ruim e do risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

10- Açúcar


“O açúcar, em especial o refinado, é 100% caloria, sem valor nutricional”, afirma a nutricionista Thais. Sim, ele torna a vida e os alimentos mais doces e tudo mais. Mas, quando consumido em excesso, é armazenado em nosso corpo sob a forma de triglicérides, aumentando o risco do desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Além disso, por ser calórico, pode levar à obesidade e, com ela, aumentar o risco de diabetes, hipertensão e dislipidemias.

Onde eu vi

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Qualquer semelhança...

Quando vi não acreditei. É muito igual!

Published with Blogger-droid v1.6.8

segunda-feira, 9 de maio de 2011

domingo, 8 de maio de 2011

THOR

Fui ver! Numa inesperada e ótima coincidência, meus amigos Celeste e Marcelo me ligaram, enquanto eu e Rendi, procurávamos alguma coisa prá fazer num domingo deserto na cidade. Adivinha? Fomos todos ao cinema, assistir Thor. Achei o filme bacaninha, alguns momentos são engraçadinhos, mas nada que chegue a arrancar gargalhadas. A caracterização é bem feita, mas não há uma cena que realmente impressione. As partes que se passam em Asgard, são um pouco cansativas. Achei também apagados os personagens de Odin o pai de Thor (Anthony Hopkins) e Frigga a mãe (Rene Russo). Aliás, você notou que era ela? Nota 6 para o filme, mas dou 10 pelo encontro com os amigos.

Mãe

Não sabia como começar esse post hoje… aliás nem sabia se iria postar algo sobre o Dia das Mães. Esse data (assim como tantas outras) ganha a cada dia um foco extremamente comercial em detrimento do que na minha concepção representa de fato!! Daí pensei melhor e resolvi deixar a ranzinzice de lado e olhar a questão por outro ângulo e escrever. Principalmente porque:

  • Tem mãe que é mãezona, daquelas tipo nonna (adoro)!;
  • Outras já são mais rigorosas e fazem a linha militar;
  • Algumas são moderninhas e super atuais;
  • Outras são cyber mães e adoram tecnologia e internet (eu conheço várias rs!);
  • Tem aquelas que são mãe e pai juntos;
  • Sem falar que tem pai que é mãe também!
  • Ou nos amigos que tem hora que puxam a nossa orelha igual mãe;
  • Até a gente no trabalho às vezes tem que dar uma de mãe.

Por isso achei que deveria escrever em consideração a todas as pessoas que celebram a cada dia o amor. Aquele amor incondicional e tão raro hoje em dia! A todas essas pessoas, independente de sexo, idade, preferências, cor e raça desejo um FELIZ DIA DAS MÂES!

Já ía me esquecendo: MANHÊ TE AMO!!

sábado, 7 de maio de 2011

Disney - Let the Memories Begin

Seguindo a mesma idéia da campanha de 2007  (“Year of a Million Dreams”) a Disney fez novo ensaio  com celebridades (cantores, atores e esportistas) posando em cenas de clássicos Disney, em fotos lidíssimas da Annie Leibovitz, para a chamada “Let the Memories Begin”, com o objetivo de levar as pessoas aos parques.

1) JEFF BRIDGES E PENÉLOPE CRUZ – A BELA E A FERA

2) OLIVIA WILDE E ALEC BALDWIN – BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES

3) QUEEN LATIFAH – A PEQUENA SEREIA

4) DAVID BECKHAM – BELA ADORMECIDA

5) RACHEL WEISZ – BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES

6) GISELE BUNDCHEN, TINA FEY E MIKHAIL BARYSHNIKOV – PETER PAN

7) JULIANNE MOORE, MICHAEL PHELPS, JANET EVANS, ROWDY GAINES, BRENDAN HANSEN E CULLEN JONES – A PEQUENA SEREIA

Onde eu vi

terça-feira, 3 de maio de 2011

8 regras que Kate Middleton precisará seguir agora que é da Família Real

.

1- Comer mais rápido que a Rainha

Na Grã-Bretanha, quando a rainha acaba sua refeição, todo mundo tem que parar de comer também – não importa quão boa esteja a sobremesa. Não sabemos quanto tempo a Rainha Elizabeth leva em suas refeições, mas é bom que Kate Middleton não seja daquelas pessoas que demoram horas para terminar um prato.

2- Andar sempre dois passos atrás do marido

Para mostrar respeito pelas tradições do marido, Kate terá de andar dois passos atrás de William nos compromissos públicos oficiais.

3- Ser meio sem sal

Jornais britânicos reclamavam que a noiva do Príncipe William era, digamos, “sem sal”. Se isso soa como uma ofensa para a maioria de nós, para a Família Real é ótimo. Membros da realeza devem ser irrepreensíveis e não podem expressar posicionamentos políticos, sociais ou pessoais. Atitudes polêmicas estão terminantemente proibidas.

4- Não jogar Banco Imobiliário

Não, não é piada. No fim de 2008, o Príncipe Andrew, Duque de York, declarou que membros da Família Real não podem jogar Monopoly em casa porque o jogo “é muito viciante”.

5- Desistir de comer frutos do mar

A Família Real britânica aparentemente nunca come mariscos por medo de intoxicação alimentar. Portanto, nada de camarões, mexilhões e ostras para a nova Duquesa.

6- Nunca assinar nada que não seja um documento oficial

Se o príncipe William se tornar rei, Kate provavelmente se tornará conselheira de Estado e terá de assinar papeis oficiais no futuro. Assim, sua assinatura virou algo muito valioso e não pode correr o risco de ser copiada e falsificada. Ela está proibida, portanto, de sair escrevendo em qualquer lugar. Para se ter uma idéia, o príncipe Harry ficou em maus lençóis no ano passado depois de ter assinado o gesso de uma garota que havia faturado o braço.

7- Dar adeus à carreira profissional

Se você preza sua carreira, é melhor não tentar conquistar o coração de um membro da Família Real. Essa combinação não dá certo. Mas não há de ser problema para Kate: apesar de ter formação acadêmica, ela não chegou a construir uma carreira profissional.

8- Nunca chorar em público

Haja autocontrole. Agora que é da realeza, Kate precisará se manter serena o tempo todo e não pode chorar em público.

Onde eu vi